Clube Esportivo e Recreativo Atlântico

Clube Esportivo e Recreativo Atlântico

Fundado em 20/09/1915 em Erechim

 

Em 1937 foi campeão citadino. 

Em 1938 foi campeão citadino. 

Em 1939 foi campeão citadino

Em 1940 foi campeão citadino. 

Em 1942 foi campeão citadino

Em 1943 foi campeão citadino

Em 1944 foi campeão citadino

Em 1946 foi campeão citadino

Em 1947 foi campeão citadino

Em 1948 foi campeão citadino

Em 1954 foi campeão citadino e jogou a Segunda Divisão

Em 1955 foi campeão citadino

Em 1956 foi campeão citadino

Em 1957 foi campeão citadino

Em 1958 jogou a Segunda Divisão

Em 1959 foi campeão citadino

Em 1960 foi campeão citadino

Em 1961 jogou a Segunda Divisão e foi vice-campeão. Também foi campeão citadino

Em 1962 iniciou o ano (fevereiro) disputando o Torneio da Morte 1961 onde tentaria acesso na elite. Foi disputado também pelo São José/PA (penúltimo do Gauchão), Riograndense/RG (último do Gauchão), Brasil/Pe (campeão da Segundona), em jogos de  todos contra todos em ida e volta. Contra o Riograndense (0x2 e 0x1), São José (1x2 e 1x3) e Brasil (2x2 e 0x0). Foi o lanterna e permaneceu na segundona. Depois jogou a Segunda Divisão. Nesse ano foi campeão citadino

Em 1963 foi campeão citadino

Em 1964 foi campeão citadino

Em 1965 foi campeão citadino

Em 1967 disputou a chamada Copa Aneron Corrêa da Silveira.  Por problemas judiciais o torneio foi cancelado na final e não teve campeão. Era uma espécie de Copa FGF, somente com clubes do Interior. Eram 20 times participantes divididos em cinco grupos onde apenas os dois primeiros iriam para a segunda fase. O Atlântico caiu no Grupo E (com o rival Ypiranga). Houve 4 jogos entre eles para definir o classificado (2x2, 1x0, 0x2 e 0x1. Com isso o Atlantico foi eliminado

Em 1971 disputou a Copa Governador do Estado (Copa Governador do Estado - Euclides Triches). O regulamento era 33 clubes do interior divididos regionalmente em 6 grupos. O Atlântico não teve muito êxito e não chegou as finais

Em 1974 disputou a Copa Governador do Estado (Copa Governador do Estado - Euclides Triches). O regulamento era 18 clubes do interior divididos regionalmente em 3 grupos. Os 4 primeiros classificavam-se para a fase final, onde juntavam-se com mais 5 clubes (Novo Hamburgo, Pratense, São José, Riograndense/RG e São Luiz) e o melhor levantava a taça. O Atlântico foi 1° do grupo 2 (7V,1E,1D) e classificou-se para a fase final onde ficou em  6° (6V,6E,4D)

Em 1975 disputou o Campeonato Gaúcho. Foi disputado por 32 equipes: A.A Alegrete, ACF, AESA, ASCF, Cachoeira, Atlético/CAR, Aimoré, Esportivo, Atlântico, Elite, Encantado, Inter, Inter/SM, Inter/SB, Novo Hamburgo, Pelotas, São José, São Luiz, Riograndense/RG, Farroupilha, Guarany/GAR, Grêmio, Grêmio/SL, Bagé, Juventude de Guaporé, Guarany/BG, Lajeado, Gaúcho, Rio Grande, São Paulo/RG, Tupy e Ypiranga. O regulamento era: Grêmio e Internacional ficaram fora da primeira fase do campeonato, os outros 30 clubes foram divididos em 6 grupos, onde os três primeiros se classificavam para a fase final, que teria 20 times, em jogos somente de ida, onde os 4 primeiros fariam as finais. O Atlântico ficou em penúltimo colocado no grupo B (1V, 3E, 4D) e foi eliminado. Ainda disputou a Copa Governador do Estado. Foi disputada por 54 equipes do interior e dava vagas ao Gauchão do ano seguinte e as Copinhas disputadas no segundo turno (Cícero Soares e Pedro Carneiro Filho). Eram várias fases classificatórias até as finais. O Atlântico foi bem e levou uma vaga no Gauchão do ano seguinte

Em 1977 fechou o seu departamento de futebol.

Atualmente é um dos principais clubes de futsal do país, conquistando muitos títulos, entre eles: Sul-Americano 2014, Taça Brasil, Liga Sul e a Superliga em 2013, Bicampeão Gaúcho em 2011 e 2014.

 

TÍTULOS

  • Campeonato Citadino 1937, 1938, 1939, 1940, 1942, 1943, 1944, 1946, 1947, 1948, 1954, 1955, 1956, 1957, 1959, 1960, 1961, 1962, 1963, 1964 e 1965
  • Vice-campeão da Segundona Gaúcha 1961
 
ESTÁDIO
 
Possui uma tradicional sede na cidade
banner-atlanticose
Fonte: http://ceratlantico.com.br/