Esporte Clube Avenida

Esporte Clube Avenida

Fundado no dia 06/01/1944, na cidade de Santa Cruz do Sul, por um grupo de atletas excedentes do Futebol Clube Santa Cruz, que decidiram fundar outro clube.

 

 

 

Camisa ano 1998

 

 

O primeiro presidente do Avenida foi Arno Evaldo Koppe. Nos primeiros anos, o Avenida não tinha campo, treinando na Várzea.

Em 1946, o cluve filia-se à Federação Gaúcha de Futebol. No ano seguinte, participa do primeiro campeonato oficial de Santa Cruz do Sul, patrocinado pela Federação.

Em 1948 foi vice-campeão citadino. Enfrentou o Santa Cruz (0x1), Guarani (3x2) e o Atlanta (3x2)

No anos 1960, um fato, no mínimo, curioso: o Avenida teve um padre como jogador, Orlando Francisco Pretto, que atendia a Várzea.

Em 1967 disputou a chamada Copa Aneron Corrêa da Silveira.  Por problemas judiciais o torneio foi cancelado na final e não teve campeão. Era uma espécie de Copa FGF, somente com clubes do Interior. Eram 20 times participantes divididos em cinco grupos onde apenas os dois primeiros iriam para a segunda fase. O Avenida caiu no Grupo D (com mais 3 times), ficou em segundo e classificou-se para a próxima fase. Em seis jogos, ganhou quatro e perdeu duas partidas. Destaque negativo para a goleada sofrida para o rival Santa Cruz, em casa, por 4x1. Na segunda fase foi o quarto na Chave 2. Em quatro jogos, ganhou um, empatou um e perdeu outros dois.

No início dos anos 1970, o Avenida fundiu-se ao seu maior rival, Santa Cruz, devido a uma crise financeira existente em ambos os clubes. Formou-se a Associação Santa Cruz do Futebol, que vestia as cores amarelo e azul. Diante da resistência do Avenida, o uniforme foi modificado para verde e preto, porém a fusão não prosperou.

Em 1971 disputou o Campeonato Gaúcho. Foi disputado por 25 equipes: Inter, Grêmio, Novo Hamburgo, Farroupilha, Pelotas, Aimoré, 14 de Julho/PF, Juventude, Gaúcho, Brasil/Pe, Esportivo, Inter/SM, Cruzeiro, São José, Santa Cruz, Flamengo, Guarany/BG, Riograndense/SM, Bagé, São Paulo/RG, Tamoio de Santo Angelo, Atlantico/ERE, Avenida, Rio Grande e Ypiranga/ERE. O regulamento era: Fase Preliminar, grupo A com 13 clubes e grupo B com 12 clubes, onde os 4 primeiros classificavam-se para um octogonal final, onde o primeiro desses 8 seria o campeão. O Avenida ficou em décimo no Grupo B com 6V, 7E, 11D e foi eliminado. Ainda disputou a Copa Governador do Estado (Copa Governador do Estado - Euclides Triches). O regulamento era 33 clubes do interior divididos regionalmente em 6 grupos. O Avenida não teve muito êxito e não chegou as finais

Em 1972 disputou a Copa Governador do Estado (Copa Governador do Estado - Euclides Triches). O regulamento era 29 clubes do interior divididos regionalmente em 4 grupos. Os 3 primeiros classificavam-se para a fase final, onde juntavam-se com mais 8 os clubes (Caxias, Aimoré, Novo Hamburgo, Esportivo, Santa Cruz, Cruzeiro, Gaúcho e Brasil/Pe) e o melhor levantava a taça. O Avenida foi segundo do grupo 4 e classificou-se (6V,5E,3D) . Na fase final, com 20 times, ficou em último (2V,3E,14D)

Em 1973 disputou o Campeonato Gaúcho. Foi disputado por 22 equipes: Cachoeira, Fluminense/SL, AESA, Atlético de Carazinho, Inter, Grêmio, Novo Hamburgo, Pelotas, Aimoré, Riograndense/RG, Gaúcho, Brasil/Pe, Esportivo, Inter/SM, Cruzeiro, São José, Santa Cruz, ACF, Guarany/BG, Avenida, Bagé e Ypiranga/ERE. O regulamento era: Grêmio e Internacional ficaram fora da primeira fase do campeonato, os outros 20 clubes fariam jogos entre si em turno único onde os 10 primeiros classificavam para a fase final, onde entraria a dupla grenal. Essa fase seria um turno e returno e a final seria entre os vencedores da cada turno. O Avenida ficou na lanterna com 2V, 3E, 14D e foi eliminado

Em 1974, os dois maiores clubes de Santa Cruz do Sul, o Avenida e o FC Santa Cruz fizeram uma fusão, a união denominada Associação Santa-Cruzense de Futebol com o comando de Daltro Menezes rendeu bons frutos. Nesse ano disputou o Campeonato Gaúcho. Foi disputado por 16 equipes: Inter, Grêmio (pré-classificados), Armour, ACF, ASCF, Atlético de Carazinho, Esportivo, Encantado, Novo Hamburgo, Inter/SM, São José, São Luiz, Gaúcho, Ypiranga (12 primeiros da Copa Governador do Estado 73), Riograndense/RG e Pratense (campeão/vice da Copa Cícero Soares 73)O regulamento era: Grêmio e Internacional ficaram fora da primeira fase do campeonato, os outros 14 clubes fariam jogos entre si em turno único onde os 8 primeiros classificavam para a fase final, onde entraria a dupla grenal. Essa fase seria um turno e returno e a final seria entre os vencedores da cada turno. O ASCF ficou em sétimo na primeira fase e classificou-se para o decagonal, onde ficou em oitavo no primeiro turno com 2V, 3E, 4D e sexto no segundo turno com 2V, 3E, 4D

Em 1975 disputou o Campeonato Gaúcho. Foi disputado por 32 equipes: A.A Alegrete, ACF, AESA, ASCF, Cachoeira, Atlético/CAR, Aimoré, Esportivo, Atlântico, Elite, Encantado, Inter, Inter/SM, Inter/SB, Novo Hamburgo, Pelotas, São José, São Luiz, Riograndense/RG, Farroupilha, Guarany/GAR, Grêmio, Grêmio/SL, Bagé, Juventude de Guaporé, Guarany/BG, Lajeado, Gaúcho, Rio Grande, São Paulo/RG, Tupy e Ypiranga. O regulamento era: Grêmio e Internacional ficaram fora da primeira fase do campeonato, os outros 30 clubes foram divididos em 6 grupos, onde os três primeiros se classificavam para a fase final, que teria 20 times, em jogos somente de ida, onde os 4 primeiros fariam as finaisO Santa Cruz ficou em primeiro colocado no grupo D (4V, 4E, 0D) e classificou-se para a fase final, onde ficou em quarto (7V, 8E, 4D) e classificou-se para o quadrangular final (1V, 1E, 4D), ficando fora da final

Em 1976 disputou o Campeonato Gaúcho. Foi disputado por 32 equipes: Ferrocarril, A.A Alegrete, Armour, Sá Viana, Juventude, Caxias, São Luiz, ASCF, Pradense, Santa Rosa, Atlético/CAR, Aimoré, Esportivo, Cruzeiro/PA, Atlântico, Estrela, Inter, Inter/SM, Inter/SB, Pelotas, São José, São Luiz, Riograndense/RG, Farroupilha, Guarany/GAR, Grêmio, Bagé, Juventude de Guaporé, Guarany/BG, Lajeado, Gaúcho, Tupy e Ypiranga. O regulamento era: Grêmio e Internacional ficaram fora da primeira fase do campeonato, os outros 30 clubes foram divididos em 6 grupos, onde os três primeiros se classificavam para a fase final, que teria 20 times, em jogos somente de ida, onde os 4 primeiros jogariam em dois turnos todos contra todos. Os vencedores de cada turno fariam a final. Caso o mesmo time vencesse os dois turnos, ganhava o direito de ser campeão com dois empates ou apenas uma única vitória. A Associação Santa Cruz ficou em segundo colocado no grupo D (5V, 1E, 2D) e classificou-se para a fase final, onde ficou em décimo sexto (4V, 7E, 8D)

Em 1977 disputou o Campeonato Gaúcho. Foi disputado por 24 equipes: Brasil/PE, AESA, 14 de Julho/PF, São Borja, Juventude, Caxias, ASCF, Cachoeira, São Paulo, Atlético/CAR, Esportivo, Cruzeiro/PA, Estrela, Inter, Inter/SM, Novo Hamburgo, Pelotas, São Luiz, Riograndense/SM, Grêmio, Bagé, Guarany/BG, Gaúcho e YpirangaO regulamento era: dois grupos com 12 times cada. Os vencedores classificavam para uma final do turno. Os 22 times que sobravam faziam um mata-mata (segundo contra segundo, terceiro contra terceiro...). Aí formava a classificação geral do primeiro turno. Depois era feita uma repescagem com os times da posição 8 até 18 (divididos em dois grupos de 5). Os dois campeões classificava para o decagonal final, em dois turnos, com os 8 primeiros. Os ganhadores de cada turno fariam a finalíssima.  A Associação Santa Cruz ficou em sexto na primeira fase (7V, 2E, 4D) e foi para o decagonal, onde ficou em quarto no primeiro turno (3V, 3E, 3D) e em sétimo do segundo turno (5E, 4D)

Em 1978 após brigas entre antigos dirigentes de ambas as partes, o Avenida resolveu romper a fusão. Ainda como Associação disputou o confuso Gauchão, vencido pelo Inter.

Em 1979 disputou o Campeonato Gaúcho. Foi disputado por 20 equipes: Brasil/PE, Farroupilha, 14 de Julho/PF, São Borja, Juventude, Caxias, Cachoeira, São Paulo, Avenida, Esportivo, Estrela, Inter, Inter/SM, Novo Hamburgo, Pelotas, Riograndense/SM, Grêmio, Bagé, Guarany/BG e GaúchoO regulamento era: Todos contra todos em um turno e returno. Os campeões de cada turno e os 6 melhores, somando os dois turnos, iam para o octogonal final, onde o primeiro seria o campeão. Vale destacar que os 4 primeiros do octogonal ganhavam vaga para o Brasileiro Série A 1980 e o quinto ao oitavo ganhavam vaga na Série B nacional.  O Avenida ficou em penúltimo no primeiro turno (3V, 4E, 12D) e penúltimo no segundo turno (4V, 2E, 13D), sendo eliminado do campeonato

Em 1985 foi disputou a Copa Integração Vale do Rio Pardo e Vale do Taquari. Esse torneio foi disputado pelo Avenida, Santa Cruz e o Lajeadense. Cada um jogava contra si e o time com mais pontos seria o campeão. O Avenida, das 4 partidas disputadas venceu duas (2x1 Lajeadense e 1x0 Santa Cruz), empatou uma (2x2 Santa Cruz) e perdeu uma (0x2 Lajeadense). Sagrou-se CAMPEÃO DA COPA INTEGRAÇÃO.

Ficou com seu Departamento de Futebol parado entre 1990 e 1997, com atividades apenas sociais.

Em 1998 retomou aos gramados, disputando a Segundona Gaúcha. Acabou com o Vice-Campeonato, garantindo assim acesso à elite "Divisão B".

Em 1999 o clube fez uma boa campanha na "Divisão B" e foi promovido a Série A do Campeonato Gaúcho. Como naquele ano, as equipes classificadas da "Série B" entravam direto na 2ª fase do Gauchão Série A, o Avenida entrou direto nas oitavas-de-final, para enfrentar o Grêmio. No primeiro jogo, o Avenida ganhou o por 1x0, gol do meia Marquinhos e bela atuação de um jovem promissor Rodrigo Leite. No jogo de volta, porém, o Grêmio venceu por 3-0, levando a partida para a prorrogação. Aí, nova vitória do Grêmio, por 2-0. Ainda disputou a Copa RBS. Eram 3 times jogando em turno e returno. O Avenida foi o campeão (3V, 1E). Destaque para a goleada de 3x0 no Lajeadense em Lajeado.

Em 2000 disputou o Campeonato Gaúcho que foi chamado de Copa Sport Club Rio Grande - Um Século de Futebol, inclusive tendo o SC Rio Grande como convidado. No total foi disputado por 17 clubes, onde a dupla grenal e o Juventude entram na segunda fase. A primeira fase foi dividida em dois grupos com 7 equipes cada. No grupo 1 classificou-se dois times (Esportivo, Caxias, Veranópolis, São José, Rio Grande, Pelotas e Inter/SM) e no grupo 2 classificou-se 3 times (15 de Campo Bom, Passo Fundo, Santa Cruz, Guarani/VA, Santo Angelo, São Luiz e Avenida). Os dois últimos foram rebaixados. O Avenida foi o último do seu grupo (1v,2E,9D) e foi rebaixado para a Segundona (que seria no segundo semestre). A equipe foi bem, garantindo nova vaga na Série A, através da repescagem.

Em 2001 disputou o Campeonato Gaúcho. No total foi disputado por 17 clubes, onde as duplas Gre-Nal e Ca-Ju entram na segunda fase. A primeira fase foi disputada pelos 13 clubes do interior em apenas um turno, onde os 4 primeiros classificam-se e os dois últimos são rebaixados. O Avenida ficou em último colocado (2V,4E,6D) e foi rebaixado para a Segundona

Em 2008 conseguiu o acesso à elite, ao vencer o São Paulo por 3-0, sendo vice da Segundona

Em 2009 disputou o Campeonato Gaúcho. No primeiro turno (Taça Fernando Carvalho), os 9 clubes de um grupo enfrentam os 9 clubes do outro grupo, classificando os quatro primeiros para as fases seguintes onde se enfrentam em jogo único. No segundo turno, os 9 clubes jogam dentro dos grupos, seguindo o mesmo regulamento. Os vencedores de cada turno decidem o campeonato. O último de cada grupo, ao final dos dois turnos será rebaixado. O Avenida ficou em sexto do grupo 1 da Taça FC (2V,3E,3D). Chegou vivo na última rodada precisando apenas vencer seu jogo em casa contra o Grêmio, mas perdeu por 2x1 e foi eliminado. Na Taça FK ficou em 5° no grupo 1 (3V,4D) e foi eliminado. Chegou vivo na última rodada precisando a vencer seu jogo no Beira-rio contra o Inter e secar o Juventude. Levou 4x0 do colorado e foi eliminado (o Ju perdeu também e levou a vaga)

Em 2010 disputou o Campeonato Gaúcho. No primeiro turno (Taça Fernando Carvalho), os 9 clubes de um grupo enfrentam os 9 clubes do outro grupo, classificando os quatro primeiros para as fases seguintes onde se enfrentam em jogo único. No segundo turno, os 9 clubes jogam dentro dos grupos, seguindo o mesmo regulamento. Os vencedores de cada turno decidem o campeonato. O último de cada grupo, ao final dos dois turnos será rebaixado. O Avenida ficou na lanterna do grupo 1 da Taça FC (1E,7D) e foi eliminado. Na Taça FK ficou em penúltimo (2V,5D) e foi eliminado. Na classificação geral ficou em último e foi rebaixado para a segundona

Em 2011 obteve o acesso ao vencer o Brasil de Farroupilha por 3-1, fora de casa, foi campeão da Série B Gaúcha

Em 2012 disputou o Campeonato Gaúcho. No primeiro turno (Taça Piratini), os 8 clubes de um grupo enfrentam os 8 clubes do outro grupo, classificando os 4 primeiros para as fases seguintes onde se enfrentam em jogo único. No segundo turno (Taça Farroupilha), os 8 clubes jogam dentro dos grupos, seguindo o mesmo regulamento. Os vencedores de cada turno decidem o campeonato. O último de cada grupo, ao final dos dois turnos será rebaixado. O Avenida ficou em último do grupo 2 da TP (2V,2E,4D) e foi eliminado. Na TF foi o lanterna de novo (1V,2E,4D). Na soma dos turnos, ficou em penúltimo e foi rebaixado

Em 2013 disputou a Copa Centenário de Santa Cruz do Sul contra o rival Santa Cruz em dois jogos: no primeiro em casa venceu por 2x1. No segundo nos Plátanos perdeu pelo mesmo placar e perdeu de novo nas penalidades por 4x3 ficando com o vice.

Em 2015 disputou o Campeonato Gaúcho. Os 16 clubes jogam em turno único, onde os 8 primeiros seguem adiante. Nas quartas e semifinal em jogos eliminatórios. A final é em dois jogos. Os três primeiros colocados disputarão a Copa do Brasil de 2016. Os três piores são rebaixados para a Segundona. O Avenida foi o lanterna da primeira fase (2V,3E,10D) e foi rebaixado para a Segundona.

 

 

 

ESTÁDIO

Estádio dos Eucaliptos com capacidade de 4.000 pessoas

Foto: Cristiano Silva

 

TÍTULOS

  • Campeão da Segundona Gaúcha: 2011
  • Vice-Campeão da Segundona Gaúcha: 1964, 1998 e 2008.
  • Campeão da Copa Integração Vale do Rio Pardo e Vale do Taquari: 1985
  • Campeão da Copa RBS: 1999
  • Campeão da Copa AVE-CRUZ: 1999
  • Vice-Campeão da Copa Centenário de Santa Cruz do Sul 2013