Esporte Clube Ferro Carril

Esporte Clube Ferro Carril

Fundado no dia 01/03/1916

Em 1929 disputou o Campeonato Gaúcho. O estado foi dividido em cinco regiões. Os campeões citadinos disputam os regionais. Os campeões regionais disputavam o campeonato gaúcho. Eram 5 times representando as 5 regiões do estado: Cruzeiro de Porto Alegre (Metropolitana), Guarany de Bagé (Sul), Ferro Carril de Uruguaiana (Fronteira), Riograndense/SM (Serra) e Juventude (Noroeste). Antes de ingressar no Gauchão, o Ferro Carril venceu também o regional. O Gauchão foi disputado em jogos únicos e eliminatórios. O time da fronteira pegou o Guarany/BG logo na estreia e perdeu por 3x0, sendo eliminado do campeonato.

Em 1954 disputou o Campeonato Gaúcho. O campeonato seria disputado pelos campeões regionais: Ferro Carril (Fronteira), Brasil de Pelotas (litoral), Gabrielense* (Serra) e Renner (Metropolitana). Foi disputado um triangular em ida e volta, onde o primeiro seria o campeão, O Ferro Carril perdeu os quatro jogos. Enfrentou o Brasil (1x2 e 1x3) e o Renner (0x2 e 0x1) e ficou na lanterna. *desistiu de participar

Em 1956 disputou o Campeonato Gaúcho. O campeonato seria disputado pelos campeões regionais: Ferro Carril (Fronteira), Pelotas (litoral), Veronese de Canoas (Planalto), Cruzeiro de São Gabriel (Sudoeste) e Grêmio (Centro). O Ferro Carril venceu o Regional (Guarani de Alegrete e 14 de Julho/SL). No estadual foi eliminado pelo Cruzeiro (1x2 e 2x2)

Em 1957 disputou o Campeonato Gaúcho. O campeonato seria disputado pelos campeões regionais: Ferro Carril (Fronteira), Riograndense/RG (litoral), Santa Cruz (Planalto), Bagé (Sudoeste) e Grêmio (Centro). O Ferro Carril venceu o Regional (contra o Grêmio Santanense). No estadual foi eliminado pelo Riograndense (3x4, 3x1, 2x3)

Em 1967 disputou a primeira edição da Terceirona Gaúcha. Eram 30 equipes dividas em 6 grupos, onde os primeiros de cada grupo classificavam. O Ferrocarril foi terceiro no Grupo 6 e foi eliminado

Em 1968 disputou a Terceirona Gaúcha mas não teve sucesso

Em 1972 disputou a Copa Governador do Estado (Copa Governador do Estado - Euclides Triches). O regulamento era 29 clubes do interior divididos regionalmente em 4 grupos. Os 3 primeiros classificavam-se para a fase final, onde juntavam-se com mais 8 os clubes (Caxias, Aimoré, Novo Hamburgo, Esportivo, Santa Cruz, Cruzeiro, Gaúcho e Brasil/Pe) e o melhor levantava a taça. O Ferrocarril foi lanterna do grupo 3 e foi eliminado (1V,2E,9D)

Em 1973 disputou a Copa Cícero Soares. Essa copa reunia somente times do interior. Eram 32 times divididos em 6 chaves, onde somente o campeão classificaria para dois triangulares. Os dois campeões estariam classificados para o Gauchão 1974. O Ferrocarril caiu no Grupo 2 ao lado de mais quatro equipes. Em 8 jogos, venceu 3, empatou 3 e perdeu duas vezes. Foi o terceiro colocado, sendo eliminado ainda na primeira fase. Detalhe para a goleada de 4x0 aplicada no Guarany de Cachoeira do Sul

Em 1975 disputou a Copa Governador do Estado. Foi disputada por 54 equipes do interior e dava vagas ao Gauchão do ano seguinte e as Copinhas disputadas no segundo turno (Cícero Soares e Pedro Carneiro Filho). Eram várias fases classificatórias até as finais. O Ferrocarril foi bem e levou uma vaga no Gauchão do ano seguinte

Em 1976 disputou o Campeonato Gaúcho. Foi disputado por 32 equipes: Ferrocarril, A.A Alegrete, Armour, Sá Viana, Juventude, Caxias, ASCF, Pradense, Santa Rosa, Atlético/CAR, Aimoré, Esportivo, Cruzeiro/PA, Atlântico, Estrela, Inter, Inter/SM, Inter/SB, Pelotas, São José, São Luiz, Riograndense/RG, Farroupilha, Guarany/GAR, Grêmio, Bagé, Juventude de Guaporé, Guarany/BG, Lajeado, Gaúcho, Tupy e Ypiranga. O regulamento era: Grêmio e Internacional ficaram fora da primeira fase do campeonato, os outros 30 clubes foram divididos em 6 grupos, onde os três primeiros se classificavam para a fase final, que teria 20 times, em jogos somente de ida, onde os 4 primeiros jogariam em dois turnos todos contra todos. Os vencedores de cada turno fariam a final. Caso o mesmo time vencesse os dois turnos, ganhava o direito de ser campeão com dois empates ou apenas uma única vitória. O Ferrocarril ficou em terceiro colocado no grupo A (3V, 3E, 2D) e classificou-se para a fase final, onde ficou na lanterna (1V, 2E,16D)

 

 

   

 

TÍTULOS

  • Vice-campeão Gaúcho da Série B em 1952
  • Campeonato Citadino 1929, 1930, 1936, 1945, 1946, 1950 e 1953

 

ESTÁDIO

Estádio Joal de Lima e Silva tem capacidade para cerca de 1.500 pessoas