Esporte Clube Palmeirense

Esporte Clube Palmeirense

Fundado em 27/05/1919 na cidade de Palmeira das Missões

 

Em 1968 disputou a Terceirona Gaúcha mas não teve sucesso

Em 1995 foi vice-campeão da Segundona Gaúcha e garantiu acesso a elite.

Em 1996 disputou o Campeonato Gaúcho (nesse ano repetiu-se a fórmula do ano anterior, com 14 times na Série A e 14 times na Série B). A “Série A” participou: Guarani-VA, Atlético de Carazinho, Esportivo, Juventude, Pelotas, São Luiz, Glória, Grêmio, Grêmio/SL, Brasil-Far, Caxias, Inter, Veranópolis e Ypiranga.  A “Série B” tinha: Guarany/GA, Inter/SM, Passo Fundo, Santa Cruz, Brasil/PE, 15 de Campo Bom, Palmeirense, Aimoré, Santo Ângelo, Taquariense, 14 de Julho/SL, Rio Grande, São Paulo e Pratense. Nesse ano o regulamento era: Na Série A eram dois grupos em jogos entre grupos (turno) e dentro dos seus grupos (returno). O primeiro de cada grupo (turno e returno) se classifica direto para o octogonal final junto com o quinto e sexto colocado da classificação geral. Na série B são dois grupos, onde os 4 primeiros classificam para um octogonal (aqui são divididos em dois grupos de quatro, onde o primeiro ia para a fase final do gauchão – Santo Ângelo e Brasil/Pe). O rebaixamento seria disputado em um torneio da Morte entre os quatro últimos da “Série B”. O Palmeirense fez uma boa campanha na “Série B”. Na fase de grupos foi o 3° (6V,3E,3D) do grupo B. No quadrangular dos classificados caiu no grupo 1 e ficou em 4°, sendo eliminado da competição.

Em 1997 disputou o Campeonato Gaúcho (nesse ano repetiu-se a fórmula do ano anterior, com 14 times na Série A e 14 times na Série B - Os melhores colocados da B sobem no mesmo ano para a fase final da Série A). O Palmeirense fez uma fraca campanha na “Série B”. Na primeira fase, onde caiu no grupo B, foi o penúltimo colocado (4V,2,6D) e foi eliminado

Em 1998 disputou o Campeonato Gaúcho "Divisão B" mas não passou da primeira fase

Em 1999 disputou o Campeonato Gaúcho “Divisão B” mas não chegou as finais

Em 2002 disputou o Campeonato Gaúcho. A 1ª Fase do Gauchão foi disputada por 13 clubes que jogam entre si em turno e returno. Em cada turno o clube que somar mais pontos será o campeão e garante vaga na segunda fase. Além dos campeões, classificam-se também outros dois clubes com melhor pontuação na classificação geral. A 2ª fase é disputada pelos quatro clubes classificados na 1ª fase, mais Grêmio, Juventude, Internacional e Pelotas, que estavam disputando a Copa Sul-Minas. Estão agrupados em duas chaves de quatro clubes cada. Jogam dentro das chaves somente em ida. Apenas o primeiro de cada chave garante vaga na final do campeonato. Os dois finalistas jogam partidas de ida e volta, para se definir o campeão. O último da classificação final é rebaixado. O Palmeirense ficou em penúltimo colocado no 1°turno com 3V,1E e 8D, sendo a equipe mais vazada, levando 24 gols nos 12 jogos. No 2°turno ficou em 10° com 3V,1E e 8D, dessa vez levando 21 gols. Foi eliminado

Em 2003 disputou o Campeonato Gaúcho. Os 18 times dividiram-se em 2 grupos: no grupo 1 participaram: Grêmio, Internacional, Juventude e Caxias. Os times jogaram em turno e returno - os 2 primeiros avançaram às semifinais. No grupo 2, participaram os outros 14 times - 2 times avançaram às semifinais. Os 2 últimos colocados deste grupo foram rebaixados. Nas semifinais, o 1º colocado de um grupo enfrentou o 2º colocado do outro em jogos de ida e volta - o vencedor de cada confronto avançou às finais. As finais também foram disputadas em jogos de ida e volta. O Palmeirense ficou em penúltimo e foi rebaixado (5V,6E,15D)

Em 2013 disputou a Terceirona Gaúcha. No 1º Turno as 7 equipes do Grupo A confrontam com as 7 equipes do grupo B e os 2 melhores de cada grupo avançam à semifinal. O Campeão do Primeiro Turno garante vaga na final. O 2º Turno as equipes se enfrentam com times dos mesmos grupos e os 4 melhores de cada grupo avançam as quartas-de-final. O Campeão do Segundo Turno, assim como o campeão do primeiro, garante vaga na final e no Divisão de Acesso de 2014. No 1°turno, o Palmeirense foi 3° do grupo A (4V,3D). No 2°turno, foi o 5° (1V,4E,1D) e foi eliminado.

Em 2014 disputou a Terceirona Gaúcha. No primeiro turno, as equipes (7 no A e 6 no B) se enfrentam dentro de seus respectivos grupos e os quatro melhores de cada grupo avançam às quartas de final, realizadas em jogos únicos, assim como as semi-finais. A final do 1º turno será decidida em jogos de ida e volta. O campeão do primeiro turno garante acesso a Divisão de Acesso de 2015 e a vaga na final. No segundo turno, as equipes se enfrentam dentro de seus respectivos grupos novamente e os quatro melhores de cada grupo avançam as quartas-de-final, realizadas em jogos de ida e volta até a final. O campeão do segundo turno garante vaga na final e na Divisão de Acesso de 2015. No 1°turno, o Palmeirense foi 2° do grupo B (3V,2D) e classificou-se para as quartas onde foi eliminado pelo Guarany/BG (1x2 em casa). No 2°turno, foi o 2° (4V,1D) e classificou-se para as quartas onde foi eliminado pelo Rio Grande (0x0 fora e 1x1 em casa). Por ter ficado entre os 4 melhores, ganhou o direito de disputar uma vaga na Segundona 2015 num confronto ida e volta contra o São Gabriel. No primeiro jogo em casa ficou no 0x0. No jogo da volta em São Gabriel perdeu por 2x1 e não levou o acesso.

Em 2015 disputou a Terceirona Gaúcha. Na primeira fase as 10 equipes jogam em dois grupos de 5 participantes cada um em dois turnos. As partidas serão disputadas dentro de cada grupo, classificando-se para a próxima fase os quatro melhores de cada grupo. No octogonal final os 8 clubes se enfrentarão todos contra todos em jogos de ida e volta, dentro do grupo, classificando-se para a próxima fase os dois melhores colocados de cada grupo. A fase final disputada pelas quatro equipes classificadas, em sistema de mata-mata, com semifinais e final. O campeão é qualificado para a Segundona 2016. O Palmeirense foi o 2° do grupo A (6V,2D) e classificou-se para o octogonal onde foi bem e acabou em 1° (4V,1E,1D) seguindo para as semifinais onde foi eliminado pelo Guarany de Bagé (1x1 fora e 0x1 casa). Ainda disputou a Copa FGF (Copa Luiz Fernando Costa). Foi disputada por 18 equipes em jogos de mata-mata. O campeão leva uma vaga na Supercopa Gaúcha 2015 e na Copa do Brasil 2016. O Palmeirense enfrentou na primeira fase o Pelotas, perdeu na Boca do Lobo por 2x0 e fez 2x1 em casa na segunda partida. Com esse resultado e o empate entre Brasil-Far e Novo Hamburgo, tanto o Palmeirense como o Pelotas avançaram à segunda fase da competição na qual se enfrentaram novamente e o time das Missões perdeu em casa por 2x0, sendo eliminado. Também disputou o Campeonato da Região Serrana (Copa Valmir Louruz – Zona Norte). Foi disputada por 4 equipes: Marau, Gaúcho, Palmeirense e União Frederiquense. Foi disputado em duas fases, onde classificam-se os 3 primeiros e o 5⁰ melhor colocado das outras duas competições regionais (Sul-Fronteira e Metropolitana). O campeão ganha uma vaga na Supercopa Gaúcha. O Palmeirense foi o 3⁰ do grupo (2V,1E,3D) e classificou-se. Resultados da primeira fase: 0x1 Gaúcho*, 4x1 União Frederiquense, 0x1 Marau, 5x1 Marau*, 0x3 União Frederiquense* e 0x0 Gaúcho *jogos em casa. Nas semifinais foi eliminado pelo União Frederiquense perdendo os dois jogos: 0x2 em casa e 1x2 em Frederico Westphalen

 

TÍTULOS

  • Vice-Campeão da Segundona Gaúcha 1995
  • Campeão Segundona Gaúcha 2001

 

ESTÁDIO

Estádio Luciano Ferreira Martins com capacidade para 4500 pessoas.

    FONTE: IMAGENS DO FACEBOOK DO CLUBE