Guarani Futebol Clube

Guarani Futebol Clube

Fundado no dia 20/09/1912 na cidade de Alegrete pelos irmãos Assumpção Lúcio, Euclides (Quida) e Luiz. Vindos de Bagé e entusiasmados com o futebol do Guarany bageense, resolveram fundar um clube homônimo em Alegrete: o Guarany Foot-Ball Club.

O clube, recém-formado, fez um convite para que o Guarany de Bagé disputasse uma partida amistosa em Alegrete. O jogo ocorreu no campo do Guarani, no local onde atualmente está situado o Instituto de Educação Oswaldo Aranha, e a partida terminou empatada em 0x0.

Em 1921, o Guarani de Alegrete foi campeão citadino e participou do Regional (contra o Quaraí, 14 de Julho/SL e Uruguaiana) que dava ao campeão uma vaga no Gauchão. Não conseguiu a vaga.

Em 1922 disputou o Campeonato Gaúcho. O estado foi dividido em quatro regiões. Os campeões citadinos disputam os regionais. Os campeões regionais disputavam o campeonato gaúcho. Eram 4 times representando as 4 regiões do estado: Grêmio (Centro), Bagé (Sul), Guarani de Alegrete (Fronteira) e Guarany de Cruz Alta (Serra). Antes de ingressar no Gauchão, o Guarani/AL venceu também o regional . O Gauchão foi um quadrangular em turno único. O clube que somasse o maior número de pontos seria declarado campeão. Em caso de empate, haveria uma partida extra. O time alegretense venceu de cara o atual campeão Grêmio por 2x1. Depois foi derrotado por 4x3 pelo Guarany/CA e encerrou a participação vencendo o Bagé por 1x0. Empatou em numero de pontos com o Grêmio e um jogo extra entre os dois foi disputado para definir o campeão. Tal jogo ficou empatado em 2x2 e um novo jogo foi realizado. Aí o tricolor da capital mostrou superioridade e venceu por 2x1. O Guarani ficou com inédito e histórico vice-campeonato

Em 1925, o Guarani foi campeão citadino e participou do Regional (perdeu para o Grêmio Santanense por 1x0) que dava ao campeão uma vaga no Gauchão. Não conseguiu a vaga.

Em 05/06/1926, o Guarani disputou um amistoso contra o Uruguay Club de Artigas, na Praça 14 de Julho. Nesse ano, o Guarani/Alegrete foi campeão citadino e participou do Regional (foi derrotado pelo Independente/SL por 2x1) que dava ao campeão uma vaga no Gauchão. Não conseguiu a vaga.

Em 1927, o Guarani de Alegrete foi campeão citadino e participou do Regional (1x1 Uruguaiana, porém posteriormente a FGF anulou o gol adversáriol e o time foi classificado, depois perdeu por 2x1 para o 14 de Julho/SL) que dava ao campeão uma vaga no Gauchão. Não conseguiu a vaga.

Em 1931 disputou o Campeonato Gaúcho 1930. O estado foi dividido em cinco regiões. Os campeões citadinos disputam os regionais. Os campeões regionais disputavam o campeonato gaúcho. Eram 5 times representando as 5 regiões do estado: Grêmio (Centro), Pelotas (litoral), Guarani de Alegrete (Fronteira), 14 de Julho de Passo Fundo (Serra) e Novo Hamburgo (Noroeste). Antes de ingressar no Gauchão, o Guarani venceu também o regional. O Gauchão foi disputado em jogos únicos e eliminatórios. Foi disputado em março de 1931, devido a Revolução de 30 e todos os jogos foram em Porto Alegre. O time alegretense pegou o 14 de Julho logo na estreia e venceu por 3x2. Porém, cinco dias depois, o jogo foi anulado. A FAGET verificou irregularidades nas inscrições de jogadores dos dois clubes e ambos foram eliminados da competição.

Ainda nesse ano disputou o Campeonato Gaúcho 1931. O estado foi dividido em cinco regiões. Os campeões citadinos disputam os regionais. Os campeões regionais disputavam o campeonato gaúcho. Eram 5 times representando as 5 regiões do estado: Grêmio (Centro), Brasil de Pelotas (litoral), Guarani de Alegrete (Fronteira), Riograndense/SM (Serra) e Novo Hamburgo (Nordeste). Antes de ingressar no Gauchão, o Guarani venceu também o regional. O Gauchão foi disputado em jogos únicos e eliminatórios. O time vermelho pegou o Brasil logo na estreia e venceu por 2x1, garantindo vaga na final, onde perderia para o Grêmio por 3x0 e ficaria com o vice-campeonato

Em 1934 foi campeão citadino e participou do Regional (perdeu por 5x0 para o 14 de Julho/SL) que dava ao campeão uma vaga no Gauchão. Não conseguiu a vaga

Em 1938, após licenciado por algum tempo, o clube retornas às suas atividades

Em 1956  jogou o Regional que dava ao campeão uma vaga no Gauchão. Não conseguiu a vaga

Em 1968 disputou a Terceirona Gaúcha mas não teve sucesso

 

TÍTULOS