Sport Club Guarany

Sport Club Guarany

Fundado em 20/09/1913 na cidade de Cruz Alta.

O primeiro jogo foi um empate em 2x2 contra o Grêmio Cruzaltense. 

Dois anos depois, Guarany fundiu-se ao Cruzaltense

Em 1916 foi campeão citadino

Em 1919 foi jogar em Ijuí contra o Riograndense (local). Venceu por 21x0, a maior goleada registrada em sua história.

Em 1921 foi campeão citadino e participou do Regional (contra o 7 de Setembro de Tupanciretã, Cachoeira e Riograndense/SM) que dava ao campeão uma vaga no Gauchão. Não conseguiu a vaga.

Em 1922 disputou o Campeonato Gaúcho. O estado foi dividido em quatro regiões. Os campeões citadinos disputam os regionais. Os campeões regionais disputavam o campeonato gaúcho. Eram 4 times representando as 4 regiões do estado: Grêmio (Centro), Bagé (Sul), Guarani de Alegrete (Fronteira) e Guarany de Cruz Alta (Serra). Antes de ingressar no Gauchão, o Guarany/CA venceu também o regional (jogo único contra o 14 de Julho/PF e vitória por 1x0). O Gauchão foi um quadrangular em turno único. O clube que somasse o maior número de pontos seria declarado campeão. Em caso de empate, haveria uma partida extra. O time de Cruz Alta perdeu a primeira partida por 2x1 para o Bagé. O segundo jogo recuperou-se e venceu o Guarani de Alegrete por 4x3. No terceiro jogo, perdeu para o Grêmio por 2x0 e ficou em terceiro lugar.

Em 1924 foi campeão citadino ao vencer por WxO o Arranca que não entrou em campo.

Em 1925 disputou o Campeonato Gaúcho. O estado foi dividido em cinco regiões. Os campeões citadinos disputam os regionais. Os campeões regionais disputavam o campeonato gaúcho. Eram 5 times representando as 5 regiões do estado: Grêmio (Metropolitana), Bagé (Sul), Grêmio Santanense (Fronteira), Guarany de Cruz Alta (Serra) e Juventude (Noroeste). Antes de ingressar no Gauchão, o Guarany venceu também o citadino (2x1 e 1x1 contra o Arranca) e o regional (venceu o 14 de Julho/PF e o Bataclan/SM por 4x3). O Gauchão foi disputado em jogos únicos e eliminatórios. O time de Cruz Alta pegou o Juventude no primeiro jogo e venceu por 2x1, classificando para a próxima fase, onde seria eliminado pelo Grêmio, após ser derrotado por 1x0

Em 1926 foi campeão citadino e participou do Regional (foi derrotado pelo Gaúcho por 2x1) que dava ao campeão uma vaga no Gauchão. Não conseguiu a vaga

Em 1927 foi campeão citadino e participou do Regional (6x0 Grêmio Ijuhyense e 1x3 Gaúcho/PF) que dava ao campeão uma vaga no Gauchão. Não conseguiu a vaga.

Em 1928 foi realizado o último jogo da história contra o Arranca. Foi em disputa da “Taça Royal Card”. O resultado final foi um empate em 1x1 garantindo o troféu ao Arranca, por ter um escanteio a mais.

Em 1930 não suportou as dificuldades financeiras e fechou as portas, só retornando 12 anos depois, já na antiga "Taba Índia", inaugurada em 20/08/1942, num jogo amistoso contra o Riograndense local.

Em 1946 foi campeão citadino. Jogos: 2x2 Nacional, 3x1 Riograndense, 3x2 Nacional, 4x2 Riograndense

Em 1951 foi campeão citadino. Jogos: 3x3 Riograndense, 8x3 Ibirubá, 2x2 Nacional, 4x2 Nacional, 1x2 Nacional, 1x2 Riograndense, OxW Ibirubá, 2x1 e 1x0 no Riograndense

Em 1954 foi campeão citadino. Jogos: 4x4 Nacional, 3x1 Concórdia, 4x2 Riograndense, 4x1 Riograndense, 2x3 Nacional, 7x1 Concórdia, 3x1 e 2x0 no Nacional

Em 1955 foi campeão citadino. Jogos: 3x2 Riograndense, 3x1 Nacional, 2x2 Riograndense e 3x1 Nacional

Em 1956 foi campeão citadino. Jogos: 2x1 Riograndense, 2x1 Nacional, 2x1 Riograndense e 3x1 Nacional

Em 1958 foi campeão citadino. Jogos: 2x2 Riograndense, 2x1 Nacional, 2x1 Riograndense, 1x2 Nacional, 6x4 Riograndense e 0x3 Nacional

Em 1963 foi campeão citadino. Jogos: 1x2 Riograndense, 0x0 Nacional, 2x1 Riograndense e 3x1 Nacional

Em 1966 foi campeão citadino. Jogos: 2x0 Riograndense, 1x0 Nacional, 4x0 Riograndense e 2x1 Nacional

Em 1971 houve a fusão entre S.C. Guarany e E.C. Nacional, sendo criada a Associação Cruz Alta de Futebol (Acafol). As cores do clube eram o azul e branco. A nova agremiação disputou a Copa Governador do estado de 1972 e 1973, além do Campeonato Gaúcho da Segunda Divisão. Durou apenas dois anos.

Em 1985 disputou a Terceirona Gaúcha. Eram 15 clubes divididos em 4 grupos, onde os 3 primeiros se classificavam para a segunda fase. O mais curioso desse regulamento da primeira fase é que dois grupos tinham só 3 equipes, ou seja, já estavam classificados. O Guarany caiu no grupo 2 e classificou-se em segundo com 11 pontos (4V,3E,1D). Na segunda fase foi o terceiro do seu grupo (11 pontos) e classificou-se para o hexagonal final onde foi o campeão com 15 pontos (6V,3E,1D) e levantou o caneco de campeão da Terceirona

Em 1988 disputou o Campeonato Gaúcho. Foi disputado por 14 equipes: Lajeadense, Inter/SM, Juventude, Guarany/CA, Grêmio, Brasil/Pe, Passo Fundo, Caxias, Esportivo, Aimoré, Inter, Pelotas, Santa Cruz e São Paulo/RG. O regulamento era dois grupos de sete, todos do grupo A contra todos do grupo B. Os dois melhores de cada grupo fazem a semifinal em jogo único. Os vencedores da semifinal fazem a final. O vencedor é o campeão da primeira fase, se classifica e leva um ponto extra para o hexagonal final, onde se juntariam com os quatro melhores colocados no geral, em jogos todos contra todos. Nesse ano os oito clubes não classificados para o hexagonal disputam em turno e returno, por pontos corridos, o octogonal da morte. Os dois piores estão rebaixados. O Guarany ficou em 9° da classificação geral (3V,6E,4D) e teve que ir para o Torneio da Morte, onde ficou na lanterna (3V,2E,9D) e foi rebaixado. Ainda disputou o inédito Brasileirão Série C. Seu regulamento era de: 43 equipes, divididas em 12 grupos. Os clubes jogaram em turno. Classificam-se para a próxima fase os dois primeiros de cada grupo. Na fase seguinte reagrupam-se em 6 grupos onde o primeirode cada classifica para a fase 3, disputadas em dois triangulares. Os vencedores fazem a final. O Guarany ficou no Grupo 12 ao lado do Blumenau, Iguaçu/PR e Marcilio Dias. Ficou em último no grupo (1E,5D) e foi eliminado

Em 1990 disputou o Campeonato Gaúcho. Foi disputado por 14 equipes: Lajeadense, Ypiranga, Juventude, Novo Hamburgo, Grêmio, Glória, Passo Fundo, Caxias, Esportivo, Aimoré, Inter, Pelotas, Santa Cruz e Guarany/CA. Nesse ano o regulamento mudou de novo. No primeiro turno e segundo turno, em jogos únicos, os dois primeiros de cada turno ganhavam vaga na semifinal. Caso algum clube estivesse entre os dois primeiros nos dois turnos, os classificados seriam apontados nos melhores da classificação geral. Essa classificação geral também apontava os dois rebaixados. O campeão e o vice ganhavam vaga na Copa do Brasil do ano seguinte. O Guarany fez uma campanha regular (9V,9E,8D) terminando em 7°

Em 1991 disputou o Campeonato Gaúcho. Novamente sofreu um inchaço de clubes e foi disputado por 20 equipes: Lajeadense, Guarany/CA, Ypiranga, Juventude, Grêmio, Glória, Passo Fundo, Caxias, Esportivo, Inter, Pelotas, Santa Cruz, São Luiz e Guarani/VA. Foram incluídos: São Paulo,  Aimoré, Brasil/Pe, Novo Hamburgo (classificados da Copa Cidade de Porto Alegre), Ta-guá e Dínamo/SR (classificados da Copa Aneron Corrêa de Oliveira). Nesse ano o regulamento era o seguinte: dois grupos com 10 times se enfrentam em turno e returno. Os oito melhores na classificação geral classificam para dois quadrangulares, onde os vencedores de cada um deles fariam a finalíssima. Nesse ano não houve rebaixamento. O Guarany/CA não se classificou. Foi lanterna do grupo B (3V,5E,11D). Ainda disputou a Copa Governador do Estado, famosa competição nos anos 70. Dessa vez reuniu  14 clubes:  Esportivo, Lajeadense, Guarani-VA, Juventude, Passo Fundo, Pelotas, São Luiz, Santa Cruz, Glória, Caxias, Ypiranga, Guarany/CA e a dupla GRE-NAL. A dupla GRENAL E CAJU entraram na segunda fase, onde dois quadrangulares foram formados com os 4 primeiros da fase inicial (aqui os outros 10 times jogaram em turno/returno). O Guarany/CA foi mal e ficou em penúltimo com 14 pontos (4V,6E,8D).

Em 1992 disputou o Campeonato Gaúcho. Novamente com um inchaço de clubes, dessa vez sendo disputado por 22 equipes: Inter/SM, Lajeadense, Guarany/CA, Ypiranga, Juventude, Grêmio, Glória, Passo Fundo, Caxias, Esportivo, Inter, Grêmio Santanense, Pelotas, Santa Cruz, São Luiz, Guarani/VA, São Paulo, Aimoré, Brasil/Pe, Novo Hamburgo, Ta-guá e Dínamo/SR. Nesse ano o regulamento era o seguinte: dois grupos com 11 times se enfrentam em turno e returno. Os quatro melhores de cada grupo fazem dois quadrangulares, onde os vencedores de cada um deles fariam a finalíssima. Nesse ano, novamente, não houve rebaixamento. O Guarany não se classificou. Foi 9° do grupo B (4V,8E,9D).

Em 1993 disputou o inchado Campeonato Gaúcho, dessa vez sendo disputado por 24 equipes: Guarany/GA, Brasil de Farroupilha, Inter/SM, Lajeadense, Guarany/CA, Ypiranga, Juventude, Grêmio, Glória, Passo Fundo, Caxias, Esportivo, Inter, Grêmio Santanense, Pelotas, Santa Cruz, São Luiz, Guarani/VA, São Paulo, Aimoré, Brasil/Pe, Novo Hamburgo, Ta-guá e Dínamo/SR. Nesse ano o regulamento era o seguinte: as 22 equipes do interior jogam se enfrentam em turno/returno. Classificam as 14 primeiras colocadas que se somam a dupla grenal. As 16 equipes formam 4 grupos com 4 equipes, onde os dois primeiros classificam para um octogonal. O campeão desse octogonal levanta a taça. Seriam rebaixados os dois últimos na primeira fase. O Guarany/CA fez uma razoável campanha e ficou em 10° (8V,5E,8D), garantindo vaga na segunda fase, onde ficou em 1°do Grupo A (2V,3E,1D) e foi para o octogonal, onde ficou em 6° (1V,7E,6D)

Em 1994 disputou o Campeonato Gaúcho, dessa vez sendo disputado por 23 equipes: Guarany/GA, Bagé, Brasil de Farroupilha, Inter/SM, Lajeadense, Guarany/CA, Ypiranga, Juventude, Grêmio, Glória, Passo Fundo, Caxias, Esportivo, Inter, Grêmio Santanense, Pelotas, Santa Cruz, São Luiz, Guarani/VA, São Paulo, Aimoré, Brasil/Pe e Veranópolis. Esse foi o campeonato mais longo da história, durou de março a dezembro. Cada equipe fez incríveis 44 jogos. Nesse ano o regulamento era bem simples: todos contra todos em turno e returno e o primeiro levantava o caneco, porém houve uma espécie de rebaixamento em massa, pois o regulamento dizia que do 15 ao 23° iriam jogar a Segundona do ano seguinte. O Guarany/CA fez uma péssima campanha, ficou em penúltimo e foi rebaixado (5V,14E,25D).

Em 1995 disputou o Campeonato Gaúcho (nesse ano teve uma grande confusão, pois a elite foi dividida em Série A e B. A Série B era uma Divisão Intermediaria. Os clubes eram campeões de seus grupos e subiram para a “primeira divisão” no mesmo ano. Em tese seria a atual Segundona. Também teve a 2°divisão, que é em tese seria a atual Terceirona). A “Série A” foi disputado por 14 equipes: Guarani-VA, Juventude, Pelotas, São Luiz, Santa Cruz, Brasil/PE, Glória, Grêmio, Grêmio/SL, Brasil-Far, Caxias, Inter, Veranópolis e Ypiranga. A “Série B” tinha 10 equipes: Guarany/GA, Inter/SM, Passo Fundo, Atlético de Carazinho, 15 de Campo Bom, Esportivo, Lajeadense, Aimoré, Bagé e Guarany/CA. Nesse ano o regulamento era: Na Série A todos contra todos em turno e returno. Os 6 primeiros se classificam para o octogonal final junto com os dois primeiros da “série B” (Esportivo e Atlético de Carazinho que classificaram). Na série B todos jogam contra todos e os 6 primeiros se classificam para formar dois grupos com 3 times, onde os vencedores disputam o octogonal. O octogonal seria dividido em dois grupos de 4 onde os vencedores fariam a final. O rebaixamento seria disputado em um torneio da Morte entre os quatro últimos da “Série B”. O Guarany/CA foi o penúltimo da Série B (4V,5E,9D) e teve que se safar da degola no torneio da Morte

Em 1996 e 1997 o clube esteve licenciado

Em 1999 disputou a Terceirona Gaúcha. Eram 16 clubes divididos em 3 grupos, onde os 4 primeiros se classificavam para a segunda fase. O Guarany/CA foi o terceiro colocado (1V,3E,2D) do grupo 3 e garantiu classificação. Na segunda fase fez um quadrangular contra SER São Gabriel, Gabrielense e Riograndense/CA e foi o segundo (3V,2E,1D) garantindo vaga para a fase final. Essa fase foi um octogonal onde os 2 primeiros garantiriam acesso a Segundona. Acabou em terceiro (6V,5E,3D)

Em 2000 disputou a Terceirona Gaúcha. Eram 14 clubes divididos em 2 grupos, onde os 4 primeiros se classificavam para a segunda fase. O Guarany/CA foi o terceiro do grupo 2 (7V,1E,4D) e classificou-se para a segunda fase. Essa fase foi um octogonal em jogos turno/returno, onde os 5 primeiros classificavam para a terceira fase. O clube ficou em 4° (6V,6E,2D) e seguiu em frente. A fase final era um hexagonal onde os 2 primeiros levavam a vaga para a Segundona. Ficou em 3° (5V,3E,2D)

Em 2001 fechou as portas

 

ESTÁDIO

Seu estádio era a Taba India, com capacidade para 10.000 pessoas

 

TÍTULOS

  • Campeão Gaúcho - 2ª Divisão: 1954, 1955 e 1987
  • Vice-Campeão Gaúcho 2ª Divisão: 1956 e 1989
  • Campeão Gaúcho - 3ª Divisão: 1985
  • Campeão Citadino de Cruz Alta: 1916, 1921, 1922, 1924, 1925, 1926, 1927, 1946, 1951, 1954, 1955, 1956, 1958, 1963 e 1966